sexta-feira, 20 de abril de 2012

O trabalho para estar em uma banda.

Estar em uma banda exige uma série de conhecimentos, responsabilidades e tipos de trabalho, e se for uma banda que trabalha músicas próprias, o trabalho triplica, isto na melhor das hipóteses.


Embora não seja uma matemática exata, existem proporções de trabalho para cada peça (instrumentista), do grupo, eis uma proposta.


Acredito que 75% do trabalho é solitário, é quando ficamos horas e horas no nosso quarto, praticando, escrevendo, lendo, assistindo vídeos.
Um músico só estará realmente apto a participar de uma banda de verdade se estiver disposto a encarar a jornada solitária  de trabalho que um instrumento exige, aliás, isto também vale para os vocalistas: -Vocal também é um instrumento e TEM que ser trabalhado (Ainda estou devendo um post sobre os vocais, conforme dito no post Gravando um Álbum pt 2).
Quando o músico faz sua parte em casa, tudo fica mais fácil na hora em que a banda se reunir para ensaiar, o que leva a outra parte do trabalho.


24% do trabalho é feito em conjunto nos ensaios, é quando todo mundo irá juntar o que foi feito anteriormente. Não adianta tentar aprender aquele trecho no ensaio, não vai funcionar! Não adianta achar que na "hora H" você se vira, isto não acontece e o que é pior, demonstra a falta de respeito com o trabalho e com o restante da sua equipe. Ensaio serve para "ENTROSAMENTO MUSICAL", serve para combinar detalhes a serem inseridos em uma música, combinar paradas, abertura e finalização de shows, dentre outras coisas. Não existe coisa mais chata do que esperar alguém treinar um trecho que ainda não conseguiu dominar. Obviamente que as vezes podemos cometer falhas no processo anterior, mas estas quando detectadas, deverão ser retrabalhadas no próximo ensaio, quer dizer, o músico SEMPRE tem que resolver o problema técnico pessoal na sua casa, os companheiros de banda podem identificar o problema, apontar a solução possível, mas o trabalho é solitário!


Agora falta o 1%, é só isso mesmo? Em cima do palco só tem 1% de trabalho? Errado! Em cima do palco só tem diversão, este 1% de trabalho é referente ao deslocamento, montagem de equipamento (se for banda famosa, os técnicos é que fazem isto), passagem de som.


As grandes bandas têm tudo sob controle quando estão no palco, todos estão preparados e SABEM o que tem de fazer, mesmo que ocorra problemas técnicos, cada um sabe o que tem de fazer. Quando isto acontece, a banda ganha uma energia e segurança que contagia a platéia, tudo soa bem encaixado e o som que a banda produz é poderoso. Muitos "Músicos" querem o lado bom de estar em cima de um palco, mas não querem ter o trabalho solitário, muitos até topam ensaiar bastante, mas não querem ter o trabalho solitário, este músico com certeza é o ponto fraco da banda.
Não adianta achar que depois de 100 shows você ficará bom, a mágica não existe! O que acontece é que se todo mundo fez a lição de casa, depois a banda ensaiou exaustivamente, aí sim, 100 shows farão toda a diferença porque o potencial foi trabalhado antes, os shows apenas dão polimento ao que foi trabalhado.
Ninguém aprende a tocar em cima do palco, assim como nenhum jogador aprende a converter o pênalti, se só o fizer na decisão do campeonato, se o cara não treinou sozinho... já era!


Quando assistirem seus ídolos tocando muito, perfeitos, entrosados, confiantes, tenham certeza de que naquele momento eles estão apenas colhendo os frutos de um longo trabalho.


"Quem realmente gosta do que faz não se importa em trabalhar solitariamente no seu quarto, quem quer apenas estar em cima de um palco, quer no máximo aparecer!"


Abraços

3 comentários:

  1. nunca estudei em casa
    só em ensaio
    com todas as bandas

    ResponderExcluir
  2. Por isso fala em todas as bandas...
    Se tivesse feito a lição de casa não teria varias banda e sim uma. mas como não faz, vive sendo expulso de bandas hahahhaha

    ResponderExcluir
  3. ta ai
    nunca fui expulso
    só chamado para várias formações em diversos generos
    nunca me dei mal
    pesquise, e pare de falar MERDA

    ResponderExcluir